Em audiência pública, população aprova alteração no projeto da rodoviária



A proposta de alteração do projeto do novo Terminal Rodoviário de Videira foi apresentada para a população na sexta-feira (9), em audiência pública. Aprovada pelos presentes, a proposta prevê a alteração do projeto para a criação de um espaço que abrigará um polo tecnológico ou um centro para capacitação, voltado às áreas do conhecimento.


“O projeto da rodoviária é inovador e dará visibilidade para Videira, mas não condiz com a atual demanda do serviço rodoviário do município. Ao ser analisado com cuidado é possível observar que a estrutura a ser construída podeira se tornar obsoleta, visto a gradativa redução de passageiros no transporte intermunicipal. Partindo deste princípio, identificamos a necessidade de readequar o projeto, mas sem causar prejuízos, visto que a estrutura física está levantada. Então, trouxemos a público a sugestão do que pode ser feito para aproveitar este espaço”. Borga

Durante a audiência, foram apresentados os detalhes sobre a obra, localizada na rodovia SC-135, próxima ao Instituto Federal Catarinense (IFC) e o Cemei Wellesley Gaio (Caic). Inicialmente o novo terminal rodoviário havia sido projetado para ter 1,8 mil metros quadrados de área construída. Porém, passou por uma alteração e a obra que está em execução tem 3,5 mil metros quadrados.


A decisão pelas alterações levou em conta o aproveitamento do espaço construído para o novo Terminal Rodoviário do município, observando a atual e futura demanda de passageiros.

Detalhamento


Para a sugestão de alteração do projeto, foi realizado um estudo que levou em consideração o uso atual da rodoviária e a expectativa de demanda futura de utilização do espaço do novo terminal rodoviário.


A atual rodoviária tem cinco plataformas, com fluxo médio de aproximadamente 150 pessoas por dia). No local operam seis empresas de transporte (Catarinense – que atua sozinha em uma sala, Unesul, Reunidas, Ouro e Prata, Planalto e Trans Terci – que atuam em uma única sala).


Também foi observado que os horários de operação são distribuídos harmonicamente ao longo do dia e que somente nos horários das 6h45 às 7h10 e 22h30 às 22h40 existem aglutinação de linhas. Nestes horários três ônibus chegam ao mesmo tempo às plataformas. O novo terminal teria 11 plataformas e oito guichês de atendimento para receber as empresas de transporte.

Alteração


O projeto tem 3.504,61 metros quadrados de área, possuindo 1.679,64 metros quadrados de área edificável. Para a inclusão do polo tecnológico, o novo projeto terá área construída de 1.973,42 metros quadrados, sendo 1.256,95 metros quadrados destinados para o terminal rodoviário. Também serão reduzidas de 11 para seis as plataformas. Com esta alteração, resta um espaço para o polo tecnológico de 630,76 metros quadrados, tendo uma ampliação de 293,78 metros quadrados da área total construída.


Para essa adequação, o custo estimado da obra será de R$ 450 mil. Os presentes apoiaram por unanimidade a alteração do projeto. O investimento inicial da obra, estimado em novembro de 2015, era de 4,8 milhões.  


Fonte: Prefeitura Municipal de Videira

0 visualização